Crisma

Qual melhor definição de pecado?

  • Domingos Nunes
  • 06/11/2016
  • Crisma

o-que-e-pecado

Qual seria a melhor definição de pecado para um entendimento pessoal? Existe a definição certa ou errada? Essa é uma meditação pessoal que fiz sobre o pecado, depois de ouvir muito cristão católicos e evangélicos ensinado para as pessoas uma definição que pode colocar as pessoas num caminho sem volta.

Quem já não ouviu alguém dizer que pecado é um afastamento pessoal de Deus, ou seja, pecando você estaria se afastando de Deus. Tenho medo dessa definição. Imagine que pecamos todos os dias, então todos os dias me afasto de Deus. Logo, com muito tempo de pecado vou está muito longe. Agora imagine que isso seja uma caminhada, todos os dias você caminha se afastando de um ponto, exemplo sua cidade, depois de um logo tempo caminhando, você vai está muito longe de sua cidade, talvez impossível de retornar. Chega um tempo que não é possível retornar.

Com o conceito de que pecado é afastamento de Deus, você coloca no cérebro dá pessoal essa definição e causa a impossibilidade do retorno. O que vai contra a parábola do filho pródigo, vide Lucas 15, 11-32.

A melhor forma de explicar o pecado é fazer analogia a doença. Então, pecado seria como você está doente, assim, a cura pode acontecer a qualquer hora. Não importa o tempo, o perdão é sempre possível.
Mas será que existe alguém sã nesse mundo? Não! Mas uma coisa é estar com gripe, outra coisa é estar com AIDS.

No catecismo da igreja católica tem a definição de pecado como:

$1849 (O pecado é uma falta contra a razão, a verdade, a consciência reta; é uma falta ao amor verdadeiro para com Deus e para com o próximo, por causa de um apego perverso a certos bens. Fere a natureza do homem e ofende a solidariedade humana. Foi definido como “uma palavra, um ato ou um desejo contrário à lei eterna”.)

$1850 (O pecado é ofensa a Deus: “Pequei contra ti, contra ti somente; pratiquei o que é mau aos teus olhos” (Sl 51,6). O pecado ergue-se contra o amor de Deus por nós e desvia dele os nossos corações. Como o primeiro pecado, é uma desobediência, uma revolta contra Deus, por vontade de tornar-se “como deuses”, conhecendo e determinando o bem e o mal (Gn 3,5). O pecado é, portanto, “amor de si mesmo até o desprezo de Deus”. Por essa exaltação orgulhosa de si, o pecado é diametralmente contrário à obediência de Jesus, que realiza a salvação.)

A melhor forma de explicar o pecado é a forma que não coloque na cabeça que ela esteja perdida, ela pode sim se encontrar a qualquer momento. Não existe a forma certa, mas existe a errada, a que fazer a pessoal se sentir perdida.

Quero saber sua opinião