Eucaristia

Vocação e Missão do catequista

  • Domingos Nunes
  • 23/06/2016
  • Eucaristia

apostila de dinamica

1o “O testemunho da vida cristã é a primeira e insubstituível forma de missão: Cristo, cuja missão nós continuamos é a “testemunha” por excelência e o modelo do testemunho cristão” (João Paulo II, Redemptoris Missio 42).

2o “Não existe testemunho sem testemunhas, como não há missão sem missionários. Com a finalidade de colaborarem em sua missão e continuarem sua obra salvífica, Jesus escolhe e envia pessoas como testemunhas e apóstolos…”.(Idem 61)

3o “Entre os leigos que se tornam evangelizadores, contam-se, em primeiro lugar, os catequistas… Os catequistas são agentes especializados, testemunhas diretas, evangelizadores insubstituíveis, que representam a força basilar das comunidades cristãs” (Ibidem 73).

4o “Todos os leigos são missionários em razão do Batismo” (Ibidem 71).

5o “Todo leigo, em virtude dos próprios dons que lhe foram conferidos, é, ao mesmo tempo, testemunha e instrumento vivo da própria missão da Igreja” (LG 33b).

6o “A tarefa fundamental da Igreja de todos os tempos e, particularmente, do nosso é a de dirigir o olhar do homem e orientar a consciência e experiência da humanidade inteira para o mistério de Cristo” (João Paulo II, Redemptor Hominis 10).

7o “No centro da catequese encontramos essencialmente uma Pessoa, a de Jesus de Nazaré, Filho único do Pai…Catequizar é desvendar na Pessoa de Cristo todo o desígnio eterno de Deus que nela se realiza. É procurar compreender o significado dos gestos e das palavras de Cristo e dos sinais realizados por ele”(Catecismo da Igreja Católica 426)… “O ato da catequese deve estar penetrado de adoração e de respeito pelo nome de Nosso Senhor, Jesus Cristo” (Idem 2145).

8o “Os catequistas cuidam da educação da fé de crianças, jovens e adultos, desempenhando o ministério da catequese”(Doc. 62 CNBB).

9o “…para que eu não só fale, mas também queira; para que eu não só me diga cristão, mas de fato seja encontrado como tal. Se eu de fato o sou, poderei também ser chamado como tal, e ser verdadeiramente fiel”(Carta aos Romanos de St. Inácio de Antioquia 3,2).

10o “Imitemos a perseverança dele (de Cristo). Se sofrermos por causa de seu nome, o glorificaremos. De fato, este é o modelo que ele nos apresentou em si mesmo, e nós cremos nisso”(Carta aos Filipenses de S. Policarpo de Esmirna 8,2).

11o “Eles (os catequistas) sempre foram o braço direito dos operários do Senhor, e lhes tem compartilhado e aliviado as fadigas… exortamo-los a meditarem sempre mais na felicidade espiritual de sua condição e a nunca desistirem de todo o esforço para enriquecerem e aprofundarem, sob a guia da hierarquia, a sua instrução e formação moral”(João XXIII, Princeps Pastorum 39).

Somos convidados para muitas coisas. No mundo que se nos apresenta existem muitas formas de convites, que muitas vezes parecem atrativos, apesar de não serem construtivos. Convites que proporcionam, talvez, determinado prazer momentâneo, mas que criam um vazio existencial. Convites que chegam aos muitos, porém, entre estes muitos não se percebe coerência alguma. Existe muita bagunça disfarçada de zelo, muita droga disfarçada de alívio, e muito “mero prazer” disfarçado de amor, e tudo isso, quando abraçado só causa desordem e insatisfação. No entanto, existe alguém que sempre está a nos convidar e a nos oferecer gratuitamente o seu amor, a sua paz, o seu colo: o que morreu na cruz e não permaneceu nela. Jesus Cristo é o único capaz de nos fazer um convite à felicidade e não nos decepcionar. É Ele também que lança sementes nos nossos corações e nos convida a sermos propagadores desse amor gratuito e constante, que preenche todo e qualquer vazio, que dá forças para o enfrentamento das lutas do dia a dia, e que pode ser “saboreado” por aqueles que o buscam. Todavia, Jesus exige de nós uma resposta também de amor; uma resposta coerente e responsável; uma resposta comprometida e sincera; uma resposta que seja testemunho para muitos outros.

Ademir N. Farias

(Seminarista)

Quero saber sua opinião

  • adds1
  • hinode domingos nunes online